quinta-feira, 19 de maio de 2011

e, hoje, é só isso.

Quis falar-te das coisas do mundo, mas não soube por onde começar. Quis explicar todos os meus fracassos, mas perdi-me na imensidão deles. Quis olhar-te nos olhos, mas não aguentei a pressão. Quis cuidar de ti, mas errei demasiadas vezes. Quis esquecer, mas estava demasiado magoada. Quis partir, mas não tive coragem. Quis arriscar, e o teu sorriso fez com que valesse a pena. Quis ganhar vezes sem conta, mas a razão era tua. Quis perder o medo, mas não consegui. Quis desistir, mas tu estavas lá para me revitalizar. Quis encontrar-me em cada pedaço teu, e tu mostraste-me onde eu estava. Quis dizer-te "Eu também!" naquela noite, mas a voz calou, de repente. Quis dar-te tudo, mas só o pouco me saía das mãos. Quis lutar, mas perdi as armas. Quis ficar, e tu deixaste-me uma e outra vez. Quis fugir, mas agarraste o meu braço e apertaste-me contra o peito. Quis ser forte, mas lágrimas correram o meu rosto. Quis dizer sim, mas só o "não" ganhava forma. Quis ser perfeita, mas o tiro saiu-me pela culatra.
Hoje, não quero ser nada. Só "a coisinha mais bonita" da tua vida.

5 comentários:

  1. Claro que és Princesa, uma das! E "a coisinha mais bonita" da minha vida tambem <3

    ResponderEliminar
  2. Por vezes, tentamos ser mais fortes do que aquilo que somos na realidade. Mas, com força e persistência, acredito que conseguimos chegar onde for preciso! Basta ACREDITAR! :)

    ResponderEliminar
  3. e principalmente ter comando sobre ela :D

    ResponderEliminar
  4. Obrigada! gostei do teu blog, sigo (:

    ResponderEliminar