segunda-feira, 11 de abril de 2011

Patologias

Sinceramente? Não vou fazer disto um blog de cariz "romântico". Quase caía no erro, agora, de escrever "emocional". Um tremendo erro porque "emocional" nunca teve como denominação somente algo relacionado com amor, romance...fala-nos de emoções, de sentimentos que podem ser óptimos e benéficos como podem ser de índole macabra e sofrível, medíocre e doentia! É bom que se saiba, e não vou estar com meias verdades, que esta última qualificação é a que mais se verifica na minha humilde existência. Para que conste, sofro de um desvio em relação ao que é considerado normal. Se este facto constitui doença? Pois, não sei. Mas se o for, bem....se o for a Medicina tem aqui uma patologia gigantesca e muito interessante para estudar! A verdade é que, lendo o que possuo aqui para baixo, pareço mais uma miúda deste mundo com o coração feliz e apertado, dependendo dos dias! (coisas de menina) Sim, também o sou. Mas os meus dias vão além disso. Passam por crises, por feitios tramados, por faltas de paciência medonhas, por ideias ridículas, conversas fodidas, por uma ociosidade admirável, por desabafos da treta, por todo um conjunto de realidades que só quem as vive comigo é que tem a noção. Eu divago, eu falo, eu navego nas minhas filosofias! Eu fantasio, invento, idealizo! Os meus devaneios são mirabulantes, as minhas ideias conturbadas e os meus pensamentos desordenados. Sou imperfeita, caralho! Descobri agora --' Mais uma verdade inconveniente para a minha colecção. Nada que me escasseie a vida. No meio disto tudo o que, realmente, me deixa descansada é o FMI. Não me interessa viver os próximos 4/5 anos seca que nem um bacalhau na Peixaria do Hipermercado, nem me interessa que o poder de compra dos portugueses diminua e, muito menos, que os ricos paguem uma boa parte desta "crise". Como diz João Salgueiro (Presidente AGS): "Estou optimista porque o doente reconheceu a doença e quer curar-se!" E porquê? Porque, ao menos, o Primeiro-Ministro reconheceu-a e sabe como remediar a coisa. Já eu, bem...ela reconhecida está, curada é que nem por isso. Nem para lá caminha! Por isso, viva o FMI. (indeed)

1 comentário:

  1. É dito e sabido que todas as conversas acabam em merda! Tinhas que meter o FMI ao barulho, meu caralhão.
    Gosto muito de "devaneios mirabulantes" obrigada pela promoção ao meu blog ;b (que por acaso só lá tem um post - falta-me salero para escrever coisas bonitas! 'sa foda. Fica ali a prometer - eu prometo que hei de buscar inspiração algures)
    Quanto ao facto de seres doente, isso já não é bem novidade para quem te conhece, mas é bom avisar os seguidores, just in case!

    Gostei muito desta publicação. Tem muito mais a tua cara do que tudo o que já publicaste neste blog! ;DD

    ResponderEliminar